Como alugar um aperta…, não pera, apartamento em Londres

(Atenção: post super ilustrado com gifs)

Posso dizer que apesar de toda a burocracia envolvida, nossa chegada em Londres foi tranquila. Nenhum grande contratempo, tudo fluindo numa boa. Agora só precisávamos achar uma casa. Nada demais, afinal, já vinha pesquisando isso há meses (desde antes de eu conseguir minha vaga de trabalho), já sabia a região que gostaríamos de morar, o valor médio extremamente abusivo dos alugueis, ou seja, tudo sob controle. Com certeza as pessoas do youtube estavam exagerando na dificuldade… Claro… até chegar a nossa vez.

Depois desta primeira experiência, posso dizer que para um recém-chegado a busca por apartamento para alugar é  composta por 5 fases que irei descrever abaixo:

1- Otimismo

flat-hunt-gif-13

Você chegou, tudo é lindo. Pesquisa vários pelos sites, separa alguns 2-3 links e se prepara para pedir uma visita. “Wow aquele flat lindo do ladinho do metro foi anunciado por um preço que cabe no seu bolso”. Voce pensa que em 1 semana já estará instalado e curtindo sua nova casinha.

2- Determinaçao

flat-hunt-gif-20

Infelizmente aquele flat foi alugado 15 mins depois que subiu no site. Não deu certo, mas tudo bem. Agora você sabe que tem que ficar esperta, gostou já faz uma oferta na hora, ou saindo do flat. Separa uns 20 flats, manda email ou liga para todos eles e marca umas 15 visitas para ver. Tudo dentro do cronograma, fácil. Um deles será o que você vai morar.

3- Irritação

flat-hunt-gif-9

Dos 20, nenhum era como esperava. Ve que quase tudo era enganação da fotografia profissional. Fez mais duas ofertas, mas sabia que aquele apartamento estava cheio de visitas para aquele mesmo dia. Mas você está bem, tem bastante tempo, tem um bom emprego, você sabe que é um bom candidato. Só que o proprietário escolheu outras pessoas. “Por que será que ele não me quis?! Da próxima vez vou fazer menos perguntas, ou vou ser mais simpática, ou…”

4- Desespero

flat-hunt-gif-5

Faz outras 20 visitas, mais algumas ofertas e ninguém aceita a sua. Você tem dinheiro pra pagar!!!! Nunca ficou devendo nada no Brasil, mas claro que ninguém sabe (ou liga), fez tudo certinho mas nada. Você já entra no estágio de ver pelo em ovo. “Eles não me querem porque sou ____  (preencha a lacuna com qualquer característica que você acha que pode ser motivo de preconceito) !!” E já pensa em diminuir sua exigência e aceitar qualquer lugar que te aceite. Pelo menos assim você terá um lugar pra morar. Mesmo que seja um ape de 5 metros quadrados, numa garagem convertida, ou um studio sem banheiro na zona 6.

Marca visitas em verdadeiras espeluncas e quase chega a chorar ao imaginar na possibilidade de morar num lugar sujo/feio/bizarro daquele. Rola um momento “vou voltar pra minha casa!” mas você não pode desistir.

5- Realização – FINALMENTE

giphy

Depois de oferecer pagar alguns meses adiantado, ser super simpática mas profissional, alguém aceitou sua oferta. Mas calma, você já está escaldado e sabe que nada é certo até a assinatura do contrato. Então ainda fica tenso por uns 3-4 dias, afinal o proprietário pode mudar de ideia a qualquer momento. Depois destes dias sem dormir, pensando que tudo pode dar errado, você faz o check in e pega as chaves. VITÓRIA!

Vimos vários aperta apartamentos, ou flats, como chamam aqui. Alguns deles bons, outros bem ruins, e outros apenas ok. Você espera que um apartamento ruim seja mais barato que o bom, certo?! Mas como diria o Faustao, Errrrrrrrrou! Vimos flats de exatamente o mesmo preco em condições totalmente opostas. Como dinheiro aqui não está em abundancia, na nossa condiçao não existe imóvel perfeito. Se o ape é lindo, maravilhoso e tudo que você gostaria, pode ter certeza que ele será no meio do nada. E isso é inversamente proporcional. No fim, optamos finalmente fomos aceitos por um bem legal, em uma localização ótima e no bairro onde tínhamos pensado. O apartamento é uma delícia e possui uma academia para moradores incrível. Mas como disse acima, NADA é perfeito. Estamos do lado do DLR e isso significa que ouvimos todos os trens chegando e saindo da estação. De forma geral já acostumamos, tem vezes que nem escuto eles passarem. Para aqueles horários de muito silêncio, nada que um daqueles fones que isolam o ruído e/ou uma white noise machine, ou vedação extra para a janela não resolvam. Visitas, vamos fazer um estoque de tampões de ouvido/fone. Podexá!

Como esse post já esta gigante, irei dividi-lo em dois. O próximo terá mais detalhes sobre o processo do aluguel em si e algumas comparações com o processo no Brasil. Desculpem, precisava desabafar. Até lá!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s