Westminster Abbey – A igreja dos reis e rainhas do Reino Unido

Durante minha viagem passei por momentos  em igreja que ficaram marcados na memória, como uma missa bem diferente do que estamos acostumados no Brasil na Sacre Coeur e ouvir um coral de freiras cantando em NotreDame, ambas em Paris. Em outro post falo das demais, estou aqui para falar da Westminster Abbey, a igreja dos Reis e Rainhas. Minha mãe que é aficcionada por visitar igrejas, sempre em qualquer lugar que ela vá, ela gosta de entrar em alguma. Nunca curti muito até eu estar na Europa. Acho que porque a história do velho continente está tão ligada à elas que não resisti e entrava mesmo.

Os vestígios iniciais da Westminster datam do ano 1045. Mas apenas a partir de 1066  que o local se tornou o cenário de quase todas as coroações dos reis da Inglaterra, excluindo Henry III, que não pode ser coroado lá pois na época Londres estava dominada pelos franceses. Para vocês terem uma idéia, a mesma cadeira é utilizada  na coroação dos reis desde 1308 e ela está lá em exposição para os turistas verem. Me diz se isso não deixa qualquer pessoa louca por história (e velharia) babando?

Além das coroações, a Westminster Abbey é o local onde foram enterrados vários reis e rainhas, e membros da família real inglesa durante os séculos, inclusive Elisabeth I e Mary I (Bloody Mary). E algumas personalidades como:  Lord Byron, Charles Dickensthe Brontë sisters, Rudyard Kipling, Alexander PopeJane Austen e Isaac Newton.  No total são 3000 pessoas enterradas lá, sendo uma das mais curiosas a do soldado anônimio. Que acabou se tornando uma homenagem aos soldados britânicos mortos na 1ª guerra mundial.

Agora chega de história! A igreja é muito bonita, e diferente do que estamos acostumados a ver, por exemplo.  Aqui no Brasil e em alguns lugares da Europa, o mais comum é você ter um salão grande e amplo, as vezes com pequenos altares em volta. Westminster Abbey não é assim. O maior salão que existe é onde ocorre a coroação, que possui bancos para os aristocratas e religiosos assistirem a cerimônia. O resto da igreja é dividida em pequenas capelas, onde estão altares e túmulos e artigos de extremo valor, cada qual decorado de uma maneira diferente e com uma atmosfera. É bem diferente mesmo do que já tinha visto. Dá a impressão que a igreja foi construída sala por sala, em diferentes épocas e por diferentes pessoas.

Todos que vão à Londres visitam o Big Ben e o Parlamento, então não há desculpa para não visitar também a Westminster Abbey. O ingresso custa £16 e £13 para estudantes acima de 18 anos ou idosos. Crianças e adolescentes pagam £6. Não é barato, mas vale a pena!

Uma dica imperdível: Audio guides são gratuitos com a compra do ingresso, então não perca a oportunidade de pegá-los! Sem eles, você vaga pela igreja vê as belezas e tal, mas não absorve totalmente a história do local. O guia descreve como acontece a coroação, e o que é cada detalhe da igreja, além de contar uma breve história de cada personagem que lá está enterrado ou que é mencionado.

O único defeito: Não pode tirar fotos dentro da igreja. De jeito nenhum! Ao ver uma câmera, os funcionários pulam em você. Não que eu tenha tentado, mas vi a cena acontecer. Acho que  por causa dos muitos artigos históricos que podem ser danificados por causa do flash. E  as fotos precisam de flash porque o ambiente é escuro e macabro como toda boa igreja em estilo gótico. Não é como no Louvre que pessoas tiram foto a vontade, mesmo sendo teoricamente proibido. Então só tenho fotos do exterior para compartilhar com vocês.

Temos que guardar as imagens nas lembranças, mas tenha certeza que mesmo se você sabe apenas o básico da história britânica, a Westminster Abbey será um passeio memorável. Para os fãs de história, será inesquecível. (como inúmeros lugares da Europa).

Como chegar:

Como disse, é impossível não ver a igreja quando você for visitar o parlamento e o Big Ben. Mas em todo caso, vai um mapinha:

Você pode pegar o metrô e descer em três estações: Victoria, St. James’s e Westminster (essa a mais próxima da igreja e do parlamento).

1 comentário Adicione o seu

  1. Daniela disse:

    Otima dica!! Pelo jeito vale mesmo a pena pagar e fazer a visita 😉
    Seguirei seu conselho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s