Débrouillage em Paris

O transporte público das grandes cidades são mais ou menos parecidos não são? Claro que existem peculiaridades em cada lugar, mas metrô é metrô e funciona da mesma maneira em qualquer lugar do mundo. O post de hoje vou falar sobre Paris. Como foi dificil eu conseguir entender como funcionavam todas as opções de passes, cartões e etc que existem na cidade. A busca de informação de transporte acabou caindo num esteriótipo engraçado. Sobre Londres havia informações bem objetivas (mesmo nos blogs escritos por não-britânicos), e sobre Paris, era tudo um pouco mais difícil…rs Cada pessoa falava uma coisa, cada blog outra, e o site de transportes de Paris me deixou louca… rs São inúmeros nomes, descrições e etc: Mobillis, Navigo, Paris Visite, Carte Orange, Ticket T+… (É que os ingleses têm fama de super-objetivos, ao contrário dos franceses… eu não sei, e não vai ser em uma semana em cada cidade que irei descobrir, mas voltando ao assunto)

É que o site da empresa oficial de transportes em Paris diz que existe somente um passe para os não residentes na Île de France, o Paris Visite que vale por 1/3 ou 5 dias, com valor inicial de € 8,80 (zona1-3) para 1 dia. Porém vários blogs diziam que utilizavam a Carte Orange, Navigo, e outros tipos de tickets que seriam exclusivos dos parisienses.

Bom, vamos as explicações: 

Ticket T+: é o bilhete individual, para Paris e alguns ‘banlieues”. Custa € 1,60. 

Billet Île de France: se destina ao transporte entre Paris e a periferia da cidade ( o valor depende do local de partida e chegada).

Mobillis: é o ticket diário válido para todos os meios de transporte (a partir de € 5,80 – zona1-3).

Carte Orange: era um passe semanal ou mensal, que está sendo absorvido pelo passe Navigo (Por isso toda a confusão). As pessoas não podem mais comprar uma apenas a Carte Orange.

Navigo: funciona da mesma maneira que a Carte Orange, porém é exclusivo para residentes da Ile de France. Recentemente lançaram o Navigo Decouvert, esse pode ser comprado por turistas e funciona da mesma maneira que o Navigo, porém tem que pagar uma taxa de € 5, e ter uma foto no formato 25x30mm. É importante saber que a semana compreendida pelo passe se inicia na segunda  e termina no domingo. Independentemente do dia em que você comprou. Ou seja, se for chegar em Paris numa sexta-feira, não compensa comprar esse passe ( a partir de € 16,80 – zona 1-2)

Paris Visite: Como já havia dito, é o passe turístico. Além do transporte, ele oferece descontos em algumas atrações da cidade como: Arco do triunfo, Ópera e Pantheon. Não sei porque, eles incentivam tanto esse passe no site que acho que essa opção é a mais vantajosa para a empresa…

Existem outros muitos nomes, mas nenhum que interesse aos turistas, por isso a explicação para por aqui. Foi isso que entendi dos passes, se tiver algo errado, alguém me avise. E então? Só sei que o Navigo não será bom para mim, pois chego em Paris numa quinta-feira, e vou embora em uma quarta. É aí que entra a confusão, ainda não defini qual passe ou combinação irei comprar. Quando chegar lá eu decido.

1 comentário Adicione o seu

  1. Sidnei disse:

    Muito boa a explicação… Eu estive em Paris em 2005 e usei o Carte Orange. Foi muito fácil e paguei apenas 8 Euros. Agora aumentou um pouco. Mas, a sua explicação está muito boa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s